EJA - Educação de Jovens e Adultos a Distância
A Revolta da Vacina
Apesar das divergências estatísticas, sabe-se que a Revolta da Vacina, ocorrida em 1904, foi o maior motim da história do Rio de Janeiro. Alguns historiadores consideram-na, pela violência de que se revestiu, da mesma importância, no espaço urbano, que a guerra de Canudos e a revolta do Contestado, no espaço rural. A resistência da população contra a obrigatoriedade da vacina, que tinha a intenção de prevenir o contágio da varíola, foi o fósforo que acendeu o fogo. Mas muitos ingredientes já fervilham no caldeirão em que havia se transformado a cidade do Rio de Janeiro no início do século XX. Uma cidade com cerca de 700 mil habitantes e graves problemas urbanos: rede insuficiente de água e esgoto, toneladas de lixo nas ruas, cortiços superpovoados. Um ambiente propício à proliferação de várias doenças, como tuberculose, hanseníase, tifo, sarampo, escarlatina, difteria, coqueluche, febre amarela e peste bubônica. O Rio era conhecido pelos imigrantes que aqui aportavam como “túmulo dos estrangeiros”.
Sala de Aula - Ensino Médio - História do Brasil
Mafraweb - Desenvolvimento de sites e soluções web